5 de mai de 2011

era verão e eu não sabia...

tão profundamente triste
fiquei depois daquele beijo
que já não era desejo e sim hábito
de todos os nossos encontros

era verão e eu não sabia

que certas coisas não têm fim
passei noites em claro procurando entender

o que enfim não se explica
chamam vida e é assim


Martha Medeiros

Um comentário: