26 de abr de 2010

Sinto muito por você.

Não sinto como se o que eu sinto estivesse se acabando, até porque de tanto parece mais que me escorre entre os dedos.
Na verdade o que eu sinto é que você está me perdendo aos poucos. Só não sei porque é em mim que isso dói.
Mas é você quem tá perdendo meu friozinho na barriga quando eu penso em você, e meu olho que brilha tanto quando te ver.
É você quem tá perdendo o meu cheiro que ninguém nunca vai ter, e as palavras que eu ainda escrevo por você.
Cada pedaço de mim está dolorosamente se afastando e é você quem está perdendo toda essa imensidão que ainda sinto. Sinto muito.

Damari Silveira

22 de abr de 2010

?Se não era amor, era da mesma família. Pois sobrou o que sobra dos corações abandonados. A carência. A saudade. A mágoa. Um quase desespero, uma espécie de avião em queda que a gente sabe que vai se estabilizar, só não se sabe se vai ser antes ou depois de se chocar contra o solo. Eu bati a 200 km por hora e estou voltando á pé pra casa, avariada. Eu sei,não precisa me dizer outra vez. Era uma diversão, uma paixonite, um jogo entre adultos. Talvez este seja o ponto. Talvez eu não seja adulta o suficiente para brincar tão longe do meu pátio, do meu quarto, das minhas bonecas. Onde é que eu estava com a cabeça, de acreditar em contos de fada, de achar que a gente muda o que sente, e que bastaria apertar um botão que as luzes apagariam e eu voltaria a minha vida satisfatória,sem seqüelas, sem registro de ocorrência? Eu não amei aquele cara. Eu tenho certeza que não. Eu amei a mim mesma naquela verdade inventada. Não era amor,era uma sorte. Não era amor, era uma travessura. Não era amor, eram dois travesseiros. Não era amor, eram dois celularesdesligados. Não era amor, era de tarde. Não era amor, era inverno. Não era amor, era sem medo. Não era amor, era Melhor?

Divã ? Martha Medeiros




É necessário manter-se distante

Quando crianças, tentávamos provar fidelidade aos nossos amigos, levando sobre nós, seus fardos.
Odiávamos quem não queríamos,
Entristecíamos com quem não deveríamos.
Crescemos... E graças a Nossa Srª. da Sabedoria, passamos a pensar diferente.
“Amigos, amigos, negócios a parte”
Sim, a vida trata-se de um grande negocio.
É necessário quilos, litros... (à medida que preferir), de sabedoria para poder administrá-la.
Amigos são essenciais mais, não deixam de ser pessoas.
Pessoas são especiais (é claro que nem todas individualmente)
Pessoas são maldosas por que nascem assim (além das que preferem assim ser)
Pessoas têm dificuldades para entender sentimentos alheios.
Segundo John Lennon... A gente cresce através da gente mesmo. Se estivermos em boa companhia, é só mais agradável.
O tempo prova de que não há necessidade de estar sempre juntos.
A distancia além de servir de suporte para elevarmos o nosso sentimento para como o próximo (sim, por que só percebemos a grandeza do que sentimos,quando estamos distantes),também serve para evitarmos certos desagrados que somos sujeitos diariamente, (já que pessoas, são pessoas)
Manter-se distante é necessário para quem deseja ser e ter amigos para sempre.

Kéziah Thiane.



"Ou escreves algo que valha a pena ler, ou fazes algo acerca do qual valha a pena escrever." Benjamin Franklin

19 de abr de 2010

Não me sei.


Não sei dizer quem eu sou, é que sou tanta coisa... Hoje sou isso, amanhã já não sei. Eu sou aquilo que gosto e que odeio, mas é que o que gosto hoje, posso nem me lembrar amanhã, e depois de amanhã já posso gostar novamente. Hoje não quero você, mas ontem te amei tanto! Acordei me sentindo pesada, mas ainda é manhã e já estou aliviada, da tarde e da noite já não sei. É difícil me entender, mas minha transparência torna fácil pra quem sabe me ler. Sou feita de mudança, por isso não me sei.

Damari S. Faria

11 de abr de 2010



"Olha, eu estou te escrevendo só pra dizer que se você tivesse telefonado hoje eu ia dizer tanta, mas tanta coisa. Talvez mesmo conseguisse dizer tudo aquilo que escondo desde o começo, um pouco por timidez, por vergonha, por falta de oportunidade, mas principalmente porque todos me dizem que sou demais precipitado, que coloco em palavras todo o meu processo mental (processo mental: é exatamente assim que eles dizem, e eu acho engraçado) e que isso assusta as pessoas, e que é preciso disfarçar, jogar, esconder, mentir. Eu não queria que fosse assim. Eu queria que tudo fosse muito mais limpo e muito mais claro, mas eles não me deixam, você não me deixa."

(Caio F. Abreu)

9 de abr de 2010

"Fizeram a gente acreditar que amor mesmo, amor pra valer,só acontece uma vez, geralmente antes dos 30 anos. Não contaram pra nós que amor não é acionado, nem chega com hora marcada. Fizeram a gente acreditar que cada um de nós é a metade de uma laranja, e que a vida só ganha sentido quando encontramos a outra metade. Não contaram que já nascemos inteiros, que ninguém em nossa vida merece carregar nas costas a responsabilidade de completar o que nos falta: a gente cresce através da gente mesmo. Se estivermos em boa companhia, é só mais agradável. Fizeram a gente acreditar numa fórmula chamada "dois em um": duas pessoas pensando igual, agindo igual, que era isso que funcionava. Não nos contaram que isso tem nome: anulação. Que só sendo indivíduos com personalidade própria é que poderemos ter uma relação saudável. Fizeram a gente acreditar que casamento é obrigatório e que desejos fora de hora devem ser reprimidos. Fizeram a gente acreditar que os bonitos e magros são mais amados, que os que transam pouco são caretas, que os que transam muito não são confiáveis, e que sempre haverá um chinelo velho para um pé torto. Só não disseram que existe muito mais cabeça torta do que pé torto. Fizeram a gente acreditar que só há uma fórmula de ser feliz, a mesma para todos, e os que escapam dela estão condenados à marginalidade. Não nos contaram que estas fórmulas dão errado, frustram as pessoas, são alienantes, e que podemos tentar outras alternativas. Ah, também não contaram que ninguém vai contar isso tudo pra gente. Cada um vai ter que descobrir sozinho. E aí, quando você estiver muito apaixonado por você mesmo, vai poder ser muito feliz e se apaixonar por alguém"


(John Lennon)

8 de abr de 2010

Saudade

Saudade é um dos sentimentos mais fortes que eu conheço. Sentimento esse que é diferente em cada situação. Tem a saudade que dói e a saudade que faz você sorrir sozinha no meio da tarde. Tem saudade de tudo que passou, saudade do que nunca aconteceu e do que, talvez, nunca acontecerá. Tem a saudade que se sente das pessoas que se ama, das que foram e não voltam, das que estão longe por anos ou por dias, e daquelas que estão bem do seu lado. E tem a saudade de um sentimento bom que se perde na gente com o tempo. Tem também a saudade de nós mesmos, que mudamos e nem percebemos. Saudade de um bom tempo ou de um instante. Saudade pode fazer você querer voltar no tempo ou simplesmente pode te fazer lembrar feliz do que passou. Mas o que há em comum em qualquer tipo de saudade é o poder que ela tem de mexer com você quando nada mais consegue, um poder tão grande que muda seu dia, sua semana ou sua vida com uma coisa que você pensava nem existir mais.


p.s.: Aperto no coração... =/

Damari S.Faria


7 de abr de 2010

Palavras ao vento

Solto palavras por ai, pra que elas encontrem alguém que necessiti-as. Sei que é ingênuo, mas é minha forma de ajudar o mundo.


Damari

1 de abr de 2010

"Essa é uma das coisas que as pessoas nao nos ensinam quando falam de crescer: como lhe dar com as dores que nao passam com um beijo."

Soul Love - À noite o céu é perfeito