26 de fev de 2011

Não foi nada não...

É só que as coisas muiiito geralmente não saem do jeito que a gente quer, e não eh culpa de ngm , mas machuca entende?
Amor eh uma coisa tão grande, que a maioria das pessoas não sabem o que fazer quando recebem... e ai dá merda.
Então, eh melhor prevenir. porque remédio meu querido, não tem.

Damari

Caminhos cruzados.

Quando um coração que está cansado de sofrer,
Encontra um coração também cansado de sofrer,
É tempo de se pensar,
Que o amor pode de repente chegar.

Quando existe alguém que tem saudade de outro alguém
E esse outro alguém não entender,
Deixa esse novo amor chegar,
Mesmo que depois seja imprescindível chorar.

Que tolo fui eu que em vão tentei raciocinar
Nas coisas do amor que ninguém pode explicar!
Vem, nós dois vamos tentar...
Só um novo amor pode a saudade apagar.


Caminhos Cruzados - Tom Jobim



24 de fev de 2011

Fazer.

"Me sinto, frequentemente, bombardeada por um mundo que não sei se suporto. Excessos e faltas. Sou movida por eles, por sentimento, sonho e lágrima. Tem gente que não entende meu estilo de ser e me doar. Para esses, eu digo que não vou desistir. Vou continuar, preciso continuar. Mesmo que o caminho seja cheio de lama, mesmo que pessoas-monstro apareçam: eu vou fechar os olhos e acreditar num mundo mais bonito. Eu vou abrir os olhos e viver um mundo mais bonito. Eu vou manter meus olhos na tela, meus dedos no coração e fazer do seu mundo um lugar mais bonito. Ah, eu vou!"

22 de fev de 2011

Augusteum

Augusteum


"...No caminho de volta para casa, faço um pequeno desvio e paro no endereço de Roma que considero o mais estranhamente perturbador - o Augusteum. A pilha de tijolos grande, circular e caindo aos pedaços começou a vida como um glorioso mausoléu construído por Otaviano Augusto. Como ele poderia ter previsto a queda do império?


Na Idade Média, o mausoléu de Augusto foi tomado pelas ruínas e pelos ladrões. Alguém roubou as cinzas do imperador - não se sabe quem. Já no séc. XII, porém, o monumento havia sido restaurado como uma fortaleza para a poderosa família Colonna, para protegê-la dos ataques de vários príncipes guerreiros. Em seguida, o Augusteum, foi transformado em vinhedo, depois em jardim renascentista, depois em praça de tourada (já estamos no séc. XVIII), depois em depósito de fogos de artifício, depois em sala de concertos. Durante a década de 1930, Mussolini confiscou a propriedade e restaurou suas bases clássicas, para que ela pudesse, um dia, servir de local de descanso para seus restos mortais. (Mais uma vez, devia ser impossível, na época, imaginar que Roma jamais fosse ser qualquer outra coisa que não um império em louvor a Mussolini. É claro que o sonho fascista não durou muito, e tampouco ele teve o funeral imperial que previra.


Hoje em dia o Augusteum é um dos lugares mais tranquilos e solitários de Roma, enterrado bem no fundo no chão...


Considero muito reconfortante a resistência do Augusteum, o fato de essa estrutura ter tido uma história tão atribulada e, mesmo assim, ter sempre conseguido se ajustar à loucura específica de cada época. Para mim, o Augusteum é como alguém que levou uma vida totalmente louca - alguém que talvez tenha começado como dona-de-casa, depois inesperadamente ficado viúva, em seguida virado dançarina para ganhar dinheiro e, de alguma forma tenha se tornado a primeira mulher dentista do espaço sideral, e, por fim, tentado a sorte na política - e que, mesmo assim, conseguiu manter intacta a consciência de si próprio durante cada reviravolta.


Olho para o Augusteum e penso que, no final das contas, talvez a minha vida na verdade não tenha sido tão caótica assim. É apenas este mundo que é caótico e nos traz mudanças que ninguém poderia ter previsto. O Augusteum me alerta para eu não me apegar a nenhuma ideia inútil sobre quem sou, o que represento, a quem pertenço ou que função eu poderia ter sido criada para exercer. Sim, eu ontem posso ter sido um glorioso monumento a alguém - mas amanhã posso virar um depósito de fogos de artifício. Até mesmo na cidade Eterna, diz o silencioso Augusteum, é preciso estar preparado para tumultuosas e intermináveis ondas de transformação..."




"Comer, Rezar, Amar", de Elizabeth Gilbert


7 de fev de 2011

Hora de se recompor

“Eu sei como é se sentir extremamente pequena e insignificante e como isso doi em lugares que você nem sabia que tinha em você. E não importa quantos cortes de cabelo você faça, quantas vezes vá a academia ou quantas garrafas você toma com suas amigas, você continua indo pra cama todas as noites… repassando todos os detalhes e se perguntando o que fez de errado ou como pôde ter entendido errado.. ou como por aquele momento pensou que era feliz. Até se convence que um dia ele irá se arrepender e virá bater na sua porta…e depois de tudo, ainda que essa situação tenha durado muito tempo, vc vai para um lugar novo e conhece pessoas que te fazem sentir útil de novo... e vai recompondo sua alma, pedaço a pedaço... e toda aquela confusão, os anos desperdiçados da sua vida começam a desaparecer...” 
O Amor Não Tira Férias


4 de fev de 2011

...

Coragem, às vezes, é desapego. É parar de se esticar, em vão, para trazer a linha de volta. É permitir que voe sem que nos leve junto. É aceitar que a esperança há muito se desprendeu do sonho. É aceitar doer inteiro até florir de novo. É abençoar o amor, aquele lá, que a gente não alcança mais.

Caio F.

"Tudo termina bem, quando acaba bem"



Na vida nem sempre as coisas saem como esperamos. Quase nunca, na verdade. Tem dias que tudo machuca, tudo dói, parece q tem uma mão ruim brincando com a gente, fazendo tudo dá errado, e absolutamente nada acontece do jeito que a gente quer. Nessas horas não adianta querer ser forte e mentir que tá tudo bem, permita-se sentir o que a vida tá te proporcionando, mesmo que agora apreça horrível, só sinta e acima de tudo, não perca a fé. Acredite, mesmo que agora esteja tudo escuro, que logo as coisas melhorarão. A vida nunca vai ser boa o tempo inteiro... O que a gente precisa é ter certeza que tem um Pai lá no céu que vai tá sempre pertinho pra dá colo quando a gente precisar, e que quando nossa vida tá sob seus cuidados, nada do que aconteça estará fora de controle, mesmo que agora não entendamos. Sò pare, sinta, e tenha fé. Nunca deixe de acreditar, mesmo que tudo leve a crer no contrário, que no final tudo teve seu propósito pra acabar bem!  

Damari S. Faria

1 de fev de 2011

'Quando você é realmente importante para alguém, aquela pessoa sempre vai ter um tempo para você. Sem desculpas, sem mentiras e sem promessas quebradas.'