1 de dez de 2010

suspiro

"[...] Ela não consegue organizar as palavras, não acha rimas bonitinhas na própria mente que não fique parecendo um filme latino com aquele drama que vira comédia. Mas tenta, tenta mesmo. Lê poesias, vê filmes, acha no mínimo cinco frases perfeitas em cada um. Só que por mais que "se aproprie" delas, não é suficiente... Ela quer mais, quer algo que em uma quinta-feira de noite depois de trabalhar e estudar venha com um suspiro átono. Simples com todo o sentimento reunido em uma coisa só.
Mas sem sucesso, só lhe resta com todo respeito escolher palavras lindas do Vinicius, do Fernando, da Clarice, do Tom, do Caio. Amigos queridos que sempre tem uma palavra para emprestar como quem falasse "deixei isso no mundo, e agora você sabe como é ".

Nenhum comentário:

Postar um comentário