24 de jul de 2010

Pratodomundo


Nos seus primeiros anos na escola com certeza você aprendeu as normas de boa educação. Que geralmente estavam penduradas em um mural com um letreiro: Obrigado! Licença! Bom dia! Desculpa! E essas coisas que todo ser humano (no mínimo) precisa aprender e usar se quiser viver bem com os outros.

Mas as normas de convivência mais importantes não foram ensinadas na escola, possivelmente não podem ser ensinadas e com certeza não estão estampadas em nenhum cartaz. São as regras que a gente aprende quando alguém se torna muito especial na nossa vida, ou quando sofremos uma decepção enorme (geralmente uma coisa está ligada a outra). As regras de convivência mais importantes sem dúvidas são as mais complicadas de se cumprir. Não porquê são difíceis e você adora quebrá-las, mas porquê elas são as mais sutis.

Não julgue, não minta, não traia, não brinque o tempo todo, não seja sério o tempo inteiro, sorria, demonstre respeito, respeite sempre! Não decepcione. Se importe. Ponha-se no lugar do outro (sim, essa só é mais uma regra, não é tudo). E perdoe. Saiba que qualquer um pode desrespeitar as regras a qualquer momento, não espere o pior das pessoas, no entanto entenda que isso pode acontecer.


Damari Silveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário